Canalvivo: O Seu Canal de Notícias e curiosidades

Casagrande tem 46% das intenções de voto e pode ganhar no 1º turno

Casagrande tem 46% das intenções de voto e pode ganhar no 1º turno

Em segundo aparece Magno Malta, com 21,05%. Se Paulo Hartung entrar na disputa, o cenário muda.
A 11 meses das eleições, o governador Renato Casagrande (PSB) lidera a corrida para o Palácio Anchieta, de acordo com pesquisa do Instituto Futura. Ele tem 46,6% das intenções de voto na simulação estimulada – quando uma lista de candidatos é apresentada ao entrevistado –, à frente dos senadores Magno Malta (PR) e Ricardo Ferraço (PMDB), respectivamente com 21,5% e 14,1%. Nesse cenário, se a eleição fosse hoje Casagrande seria reeleito no primeiro turno.

A disputa ao governo poderá ficar mais acirrada, caso o PMDB opte pelo ex-governador Paulo Hartung em vez do senador Ricardo Ferraço como candidato à sucessão do governador Renato Casagrande (PSB). A entrada de Hartung pode levar a disputa para o Palácio Anchieta para o segundo turno, conforme pesquisa do Instituto Futura.

Nesse cenário estimulado, Casagrande aparece com 36% e o ex-governador tem 30,9%.
2013-11-02-casagrande-e-elicoes

Ainda sem apresentar sua decisão sobre a disputa eleitoral do ano que vem, o ex-governador Paulo Hartung (PMDB) lidera com folga a corrida pela vaga do Senado, hoje ocupada pela senadora Ana Rita (PT). De acordo com a pesquisa do Instituto Futura, Hartung tem 59,6% das intenções de voto na estimulada.

O segundo lugar no levantamento está o ex-prefeito de Vitória João Coser (PT), com 13,5% – 46,1 pontos percentuais atrás do ex-governador. Recém-filiado ao PR e cotado para a sua primeira disputa eleitoral, o delegado de Trânsito Fabiano Contarato vem depois do petista, com 10,2%.

Um segundo cenário também foi apresentado aos entrevistados, no qual Hartung foi substituído pela deputada federal Rose de Freitas (PMDB), a qual já se colocou à disposição do partido para concorrer ao Senado. Nessa simulação, há um empate técnico no primeiro lugar: Rose tem 22,9% e Coser, 22,2%. Contarato aparece em seguida, com 16,8%.

Sem realizar nenhuma visita ao Espírito Santo desde que assumiu o cargo, em janeiro de 2011, a presidente Dilma Rousseff (PT) aparece em primeiro lugar em todas as simulações da pesquisa do Instituto Futura sobre a sucessão presidencial. Mas a disputa aperta quando a ex-senadora Marina Silva é o nome do PSB para presidente da República.

No cenário em que Marina é a opção socialista, Dilma tem 29,5% e a ex-senadora, 27,6%. Isso representa um empate técnico, já que a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O senador Aécio Neves (PSDB) tem 18,8% nessa simulação estimulada.

No cenário em que Marina é substituída pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), a vantagem de Dilma cresce: 32,5%, contra 20,6% do tucano e 12,2% de Campos.

A pesquisa completa está publicada na edição deste domingo do Jornal A Gazeta.

Comente com o Facebook

comentários

Related Posts

Leave a Reply